Blog da Online Traders

O que são commodities e como operar com elas?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Deixe seu email e tenha acesso antes aos nossos conteúdos.

O que são commodities e como operar com elas?

Commodities-Bolsa-de-Valores-Online-Traders

Descubra no post de hoje o que são commodities, como funcionam e como operar com elas na Bolsa de Valores.

Se você está começando agora com seus investimentos ou se já investe há algum tempo, provavelmente já ouviu falar sobre as commodities.

O termo aparece frequentemente em conversas sobre negociações, notícias e também na operação diária da Bolsa de Valores.

Mas, afinal, o que são commodities? Como elas funcionam? É possível ganhar dinheiro investindo em commodities? Vamos responder a essas e outras perguntas no post de hoje.

 

O que são commodities?

Commodity, em inglês, significa mercadoria. É um termo usado para designar mercadorias em geral.

Contudo, no mundo dos negócios, dos investimentos e da indústria, o termo commodities é atribuído às matérias-primas, ou aos materiais primários.

Existem vários tipos e divisões de commodities, sendo as mais comuns as agrícolas, as ambientais, as minerais e as financeiras.

Por exemplo, a soja e o trigo são commodities agrícolas, pois são usadas na fabricação de outros tipos de alimentos.

 

As commodities como investimentos

Como são consumidos e produzidos em larga escala, esses tipos de produtos são frequentemente vistos como formas de investimento.

As commodities possuem uma variação de preços considerável, comandada pela oferta e procura internacional.

Veja algumas das características das commodities abaixo:

  • São produtos de origem primária (matéria-prima);
  • Possuem grande importância mundial;
  • São comercializados em larga escala;
  • Requerem pouca industrialização;
  • Não há diferenciação de marca;
  • Mantêm sua qualidade e traços uniformes de produção.

 

A negociação internacional influencia no preço das commodities, o que faz com que os investimentos na Bolsa de Valores acompanhem sua tendência.

 

Qual o cenário brasileiro?

O Brasil produz commodities de alto consumo mundial, como o café, o milho e o trigo.

Devido à alta demanda por esses produtos, quando os preços estão em alta, os produtores preferem exportar do que vender no mercado interno.

Se a demanda por uma commodity está alta, os preços sobem e os produtores lucram mais ao venderem para o exterior.

Porém, são os outros países que determinam o preço dos produtos e não o produtor.
Diante desse cenário, quem investe em commodities geralmente aposta na variação do preço em si.

 

Como funcionam os investimentos em commodities?

Para investir em commodities, primeiro, deve-se entender o que é mercado futuro.

Basicamente, o mercado futuro é um ambiente onde você pode lucrar com a queda ou alta de determinado ativo. Neste caso, o ativo seria uma commodity.

Então, o que o investidor faz é montar uma posição na queda ou na alta de uma commodity e lucra se suas análises de tendência se concretizarem.

Os investimentos no mercado futuro são feitos com contratos futuros. Esses são contratos que possuem uma data de execução no futuro.

Entretanto, deve ficar claro que, ao mesmo tempo em que você pode lucrar, também pode ter prejuízos, caso a variação de preço vá no caminho contrário do que você havia previsto.

O investidor de commodities, assim como o de outros tipos de contratos futuros, lida apenas com as oscilações dos valores, recebendo pelos ganhos e pagando pelas perdas.

Para que isso seja possível, você deve ter uma margem de garantia, exigida pela corretora de valores para cobrir eventuais perdas.

No mercado futuro, você não precisa vender um contrato para lucrar. Basta acompanhar a valorização ou desvalorização divulgada diariamente no ajuste diário da Bolsa de Valores.

 

Quais são os tipos de commodities que posso negociar?

Você pode negociar commodities de qualquer categoria. Vamos dar alguns exemplos mais comuns.

Agrícola

São commodities ligadas ao agronegócio e muito valiosas para a economia brasileira:

  • Café;
  • Soja;
  • Milho;
  • Suco de laranja;
  • Trigo;
  • Açúcar;
  • Algodão.

 

Ambiental

Commodities relacionadas aos bens produzidos a partir de recursos naturais, essenciais para a produção agrícola e industrial:

  • Madeira;
  • Geração de energia;
  • Água.

 

Mineral

Commodities ligadas a energia, metais e minerais:

  • Gás natural;
  • Etanol;
  • Petróleo;
  • Ouro.

 

Financeiras

São moedas de vários países e títulos bancários, todos considerados commodities:

  • Dólar;
  • Euro;
  • Títulos públicos do Governo Federal.

 

 

O Day Trader opera com commodities?

O Day Trade é uma das modalidades mais fortes na Bolsa de Valores devido à capacidade de fornecer altos lucros em um curto período de tempo.

No Day Trade nos aproveitamos de artifícios criados para o Hedger, que precisa defender sua exposição ao mercado. Como margem de garantia, ajuste de posição diário e volatilidade do ativo relacionado.

No Brasil a liquidez de contratos agrícolas é um pouco menor que os financeiros e derivados de ações, como o índice.
Nós nos beneficiamos das mesmas características pois também fazem parte do mercado futuro negociado em bolsa.

Atualmente os contratos mais negociados no mercado futuro são os de dólar e índice.

Temos um outro artigo que explicamos quais as vantagens dos minicontratos e por que eles são uma boa escolha. Não deixe de conferir.

Posts Relacionados