Blog da Online Traders

Qual a diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Deixe seu email e tenha acesso antes aos nossos conteúdos.

Qual a diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento?

diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento

Os dois termos podem confundir quem ainda não os conhece. Entenda qual a diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento.

 

Se você está começando a investir na bolsa de valores ou até mesmo se já investe há algum tempo, já deve ter ouvido falar sobre os fundos de investimento.

A ampla oferta dos tipos de fundos de investimento pode acabar confundindo o investidor.

Para te ajudar a entender o que é o quê, trouxemos um post explicando as diferenças entre fundos de investimento e fundos imobiliários.

 

O que são fundos de investimento?

Os fundos de investimento são grupos de pessoas que se unem para arrecadar capital e investir em diversos ativos.

Esses fundos são formados nas corretoras ou bancos, e administrados por elas.

Basicamente, o cotista compra sua cota, investindo seu dinheiro que será usado para comprar ativos diversos.

Com os lucros desses ativos que o fundo ganha, há o repasse de forma proporcional aos cotistas.

Ou seja, se você tem mais cotas, ganha uma parcela maior do lucro.

Normalmente os fundos de investimento possuem taxas e impostos que incidem sobre os lucros e a operação em si.

 

O que são fundos imobiliários?

Já os fundos imobiliários, também são um tipo de fundo de investimento, porém, direcionados 100% ao mercado imobiliário.

A arrecadação do capital feita com a venda das cotas é totalmente usada para investir no mercado imobiliário.

Os lucros são, novamente, divididos de acordo com a posse de cotas de cada investidor.

Os dois tipos de fundos são um grupo de pessoas que se junta para investir.

Entretanto, existem diferenças fundamentais que acabam levando o investidor a escolher entre um deles.

A seguir, você verá uma série de tópicos que explicam as principais diferenças.

 

Diferenças entre fundos imobiliários e fundos de investimento

Bolsa x Corretora

Para adquirir cotas de um fundo imobiliário, basta usar o home broker e comprar essas cotas na bolsa de valores. O Investidor busca o código referente ao fundo imobiliário que quer investir e adquire cotas diretamente por ali.

 

Já as cotas dos fundos de investimento são negociadas fora de ambiente de Bolsa de Valores. Você abre a conta no adm do fundo, transfere o dinheiro para a conta correspondente e está feita a aquisição de cotas.

 

Aberto x Fechado

Os fundos de investimento são considerados condomínios abertos. Isso significa que você pode comprar e vender cotas sempre que quiser. Não há limites de cotas a serem compradas.

Já os fundos imobiliários são condomínios fechados. Isso significa que há um número determinado de cotas.

Quando todas as cotas são compradas, ninguém mais pode entrar no fundo. A única forma é se algum dos cotistas quiser vender sua parte.

Nestes casos, a cota que está sendo vendida pode ser comprada por outra pessoa, mas assim que isso ocorrer, o fundo volta a ficar fechado.

 

Distribuição de lucro

Outra diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento é quanto à distribuição dos lucros.

Cada fundo tem seus próprios parâmetros e regras quanto à distribuição dos lucros, mas há algo muito notável nos fundos imobiliários.

A legislação brasileira obriga os fundos imobiliários a repassarem 95% da arrecadação de proventos.

Isso faz com que os rendimentos desses fundos sejam mais recorrentes, podendo ser distribuídos até mesmo mensalmente.

Por conta disso, os fundos de investimento imobiliário, acabam se tornando uma ótima opção para quem tem interesse na renda mensal.

Já os fundos de investimento não possuem essa obrigatoriedade de repasse, e cada um estabelece suas taxas e proporções.

 

Diversificação

Outro ponto importante que mostra a diferença entre fundos imobiliários e fundos de investimento é quanto à diversificação.

O cenário ideal é diversificar seus investimentos tanto quanto possível. Quanto mais diversificado, menor é o risco de que você fique no vermelho.

Os fundos imobiliários, como já foi dito antes, focam 100% de seus investimentos no mercado imobiliário, mesmo que diversifiquem este capital entre shoppings, condomínios, prédios empresariais, entre outros.

Já os fundos de investimento podem ter uma carteira altamente diversificada, investindo em diferentes classes de ativos.

Normalmente, a carteira de um fundo de investimento pode ser composta por ações, moedas, renda fixa, previdência, entre outros ativos.

 

Nosso conselho

De uma forma ou de outra, é aconselhável sempre diversificar seus investimentos de forma manual.

Ou seja, mesmo que você invista em fundos de investimento, faça outros tipos de investimentos também. O mesmo vale para os fundos imobiliários.

Dessa forma, se algum deles não der o lucro esperado em determinado período, você terá outras fontes de renda em outros tipos de investimentos.

Além disso, é importante entender se os fundos de investimento são uma boa opção ou não.

Para isso, temos outro texto que fala se vale a pena investir em fundos de investimento.

Posts Relacionados