Blog da Online Traders

O que são derivativos e como lucrar com eles

Inscreva-se em nossa Newsletter

Deixe seu email e tenha acesso antes aos nossos conteúdos.

O que são derivativos e como lucrar com eles

Investir em derivativos - Day Trade

O mercado de derivativos é muito atrativo para quem busca renda extra e maior estabilidade financeira.

Se você está começando no mundo dos investimentos ou quer diversificar sua estratégia na Bolsa de Valores, o mercado de derivativos pode ser muito atrativo. Quer saber por quê? Nós vamos responder neste artigo. Mas, antes de avaliar as oportunidades, o primeiro passo é entender o que são os derivativos, quais as modalidades existentes e como funciona a dinâmica por trás da contratação. Lembre-se que a melhor forma de garantir renda extra e liberdade financeira é conhecer o mercado que você está investindo.

Como o próprio nome sugere, derivativos são um tipo de contrato financeiro que tem seu valor final vinculado ao valor de outro ativo, seja total ou parcialmente. Esse outro ativo pode ser uma ação, juros, moeda ou commodity, com preços e prazos estabelecidos para uma data futura. Apesar de parecer fácil, a definição pode confundir um pouco quando você tenta aplicar no seu dia a dia. Por isso, veja o exemplo a seguir e entenda melhor.

 

Derivativos na prática

Imagine que um produtor de soja, que ainda não colheu sua safra, tem receio de que os preços despenquem quando for vendê-la ao mercado. Seja pela oscilação do dólar ou pela instabilidade climática, o fato é que esse produtor quer se proteger. Para assegurar um preço de venda que garanta sua margem de lucro, ele procura um comprador que está achando o contrário e quer investir nesta estratégia para obter lucros. Ambos fecham contrato seguindo especificações da Bolsa de Valores.

Seja qual for o resultado da safra, você percebeu que de um lado estão os agentes que buscam minimizar os riscos e de outro lado estão os especuladores, dispostos a assumir tais riscos em busca de ganhos. Em toda a contratação, o valor negociado DERIVA do valor do ativo. O especulador não está comprando a safra de soja, mas uma parte da venda dela, no prazo acordado.

O mesmo acontece com quem negocia um contrato futuro de dólar: ele não opera o dólar em si, mas um contrato baseado no seu valor no mercado à vista. Ou seja, não está comprando a moeda, mas o direito à sua oscilação. Pode perder ou ganhar, dependendo da posição. E é por isso que é tão imprescindível ter conhecimento e estratégia para operar na Bolsa de Valores.

 

Tipos de derivativos

No Brasil, a Bolsa de Valores possui um mercado de derivativos bastante desenvolvido, que fazem parte dos investimentos em renda variável. Conheça os três os tipos mais comuns!

 

1- Contratos a termo

Nesta negociação, existe o compromisso de comprar ou de vender determinado ativo a um preço estabelecido na data de hoje, mas que só se realizará em data futura, como no exemplo do produtor de soja. Ou seja, o investidor se compromete a comprar essa ação no período determinado por um valor combinado, assim como a outra parte é obrigada a vender as ações. Este tipo de contrato é bastante detalhado e tem movimentação financeira somente na liquidação.

 

2- Contratos futuro

Este tipo de mercado é semelhante aos contratos a termo, mas muda na dinâmica de precificação. A cotação no mercado futuro não é fixa, ela vai se ajustando ao longo do tempo até a data de liquidação do ativo. Outra diferença é que os contratos futuros sofrem ajustes diários. Ou seja, o investidor precisa concretizar os lucros e perdas todos os dias enquanto estiver com o contrato.

Os produtos que podem ser negociados em contratos futuros no Brasil são o dólar, índice, soja, algodão, boi gordo, café, milho e outros. É nesta modalidade que você pode investir em Day Trade (saiba mais como começar do zero).

 

3- Opções

Neste mercado, a negociação é sobre o direito de comprar ou de vender um bem por um preço fixo numa data futura. Para adquirir esse direito, deve-se pagar um prêmio ao vendedor. Este prêmio não é o preço do bem, e sim um valor pago para ter a possibilidade (opção) de comprá-lo ou vendê-lo.

No Brasil, o mercado de Opções com mais movimentação é o de Ações (conheça mais como investir).

 

Cada modalidade do mercado de renda variável tem suas próprias características e formas de rendimento. Você pode obter resultados diferentes em cada uma delas.

Clique aqui e conheça mais detalhes e benefícios!

Posts Relacionados