Mini dólar ou mini índice – Qual o melhor para o curto prazo?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Deixe seu email e tenha acesso antes aos nossos conteúdos.
mini indice ou mini dolar

Mini dólar ou mini índice – Qual o melhor para o curto prazo?

Entenda o que são o mini dólar e o mini índice e veja qual deles é a melhor opção.

 

Operar na bolsa de valores pode parecer algo complicado de início, mas se você souber onde e de que forma investir, tudo fica mais fácil.

No post de hoje, você descobrirá o que são os minicontratos, que estão entre os ativos mais movimentados por novos investidores, como eles funcionam e como operá-los.

 

O que são minicontratos? 

Os minicontratos são ativos que representam uma parcela menor dos contratos futuros, ou seja, eles podem ser negociados com um investimento menor do que os contratos cheios.

Os mais conhecidos são o mini dólar e o mini índice.

 

O mini dólar é uma variação do contrato futuro do dólar, e o mesmo vale para o mini índice.

Como é um mercado que utiliza somente margem de garantia, os minicontratos possuem um acesso mais facilitado ao investidor pessoa física, sendo a margem de garantia na casa de 20,00 a 40,00 reais por minicontrato somente. 

 

Isso faz com que o especulador tenha acesso a um grande capital, precisando aportar somente uma margem de segurança para a operação, e retomá-la quando a encerrar.

 

Qual a diferença entre mini dólar e mini índice? 

Os principais minicontratos são o mini dólar e o mini índice.

Cada um deles é contabilizado e opera de uma forma diferente.

No mini índice, as duas partes (comprador e vendedor) combinam uma cotação para o Índice Bovespa, que é o índice de referência da bolsa de valores de São Paulo.

Já no mini dólar, o acordo é a respeito do valor da taxa de câmbio para o dólar comercial em relação ao real.

 

É possível operar em ambos, mas os estrategistas orientam ao investidor iniciante experimentar qual é o mais adequado ao seu perfil.

Abaixo, vamos dar mais detalhes sobre cada opção.

 

Mini dólar 

O mini dólar atua com base na variação da cotação do dólar frente ao real em uma data futura.

Como este é um minicontrato, ele tem um código diferente do contrato Padrão e é utilizado aqui o WDO.

Teoricamente, o contrato futuro representa o acordo entre um comprador e um vendedor sobre o preço de um ativo de referência.

Isso equivale a, aproximadamente, US$ 10 mil, e cada ponto de variação no preço da moeda vale R$ 10.

 

Basta ter uma margem de garantia estipulada pela corretora onde você vai operar.

Esta margem é definida pela própria corretora e serve para cobrir eventuais prejuízos.

Mini índice 

Diferentemente do dólar, o mini índice não diz respeito a uma moeda estrangeira, e sim ao Ibovespa, que é o índice teórico da bolsa de valores de São Paulo.

Este índice é formado pela variação dos valores das ações das principais empresas listadas no mercado.

Os ganhos em cada operação ocorrem pegando o ponto de entrada em pontos e a diferença entre a saída, ex: 200 pontos de ganho, multiplicado por R$ 0,20.

 

Basta ter em conta a margem de segurança exigida pela corretora.

 

Como os minicontratos são operados? 

Vamos exemplificar situações de operação prática desses dois minicontratos para que fique mais claro.

Eles não são tão complicados quanto parecem. Se você se familiarizar com os termos e com a forma de operação de cada um ficará mais fácil atingir a tão sonhada consistência .

Vamos começar com o mini dólar.

Para este exemplo, consideramos um contrato de mini dólar a 4.000,00

 

Se o preço do contrato subir para 4.005,00, o investidor pode vender o contrato, obtendo um lucro bruto de 5 pontos ou 5 x R$ 10,00 que é o que equivale cada ponto nesse mini contrato.

 

Ele ganha a diferença gerada pelo aumento na cotação do minicontrato de dólar.

Quanto ao mini índice, a principal diferença é que cada ponto vale R$ 0,20.

Assim, em uma operação na qual o Ibovespa vá de 100.000 pontos para 101.000 pontos, o ganho é de 1000 pontos x 0,20 R$ 200,00.

 

Identificando o mini dólar e o mini índice

Todo ativo tem uma sigla de identificação na bolsa. Os do mini dólar começam sempre com WDO, enquanto os do mini índice começam com WIN.

Em seguida, uma letra do alfabeto representa o mês de vencimento daquele contrato:

  • Janeiro = F
  • Fevereiro = G
  • Março = H
  • Abril = J
  • Maio = K
  • Junho = M
  • Julho = N
  • Agosto = Q
  • Setembro = U
  • Outubro = V
  • Novembro = X
  • Dezembro = Z

Por fim, os dois últimos dígitos do ano de vencimento completam a sigla.

Então, a sigla WDOQ22 representa um contrato de dólar que vencerá em Agosto de 2022.

Se houvesse um contrato de índice com o mesmo vencimento, a sigla seria WINQ22.

 

O que fazer para operar mini dólar e mini índice? 

Para operar os minicontratos, primeiramente você precisa abrir uma conta em uma corretora que opera na bolsa de valores.

Através da plataforma desta corretora você fará suas operações, com depósitos feitos da sua conta bancária para a plataforma e vice-versa.

Entretanto, antes de começar a operar, é de extrema importância conhecer muito bem os conceitos e ter mentoria.

O ideal é fazer um treinamento, conhecendo cada detalhe e entendendo exatamente o que fazer para operar com sucesso.

E é exatamente isso o que você aprende no treinamento de Day Trade da Online Traders.

Com anos de experiência e proeminência no mercado, a Online Traders oferece treinamentos completos do zero absoluto.

Mesmo que você nunca tenha se engajado com o mercado financeiro, você será capaz de operar na bolsa de valores com segurança e tranquilidade.

Clique aqui para conhecer o treinamento.