Blog da Online Traders

BOVA11: O que é e como investir neste ETF?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Deixe seu email e tenha acesso antes aos nossos conteúdos.

BOVA11: O que é e como investir neste ETF?

o que e BOVA11 e como investir em ETF

Entenda o que é o BOVA11 e veja tudo que você precisa saber para investir neste ETF com segurança.

 

A queda da taxa Selic mostrou um cenário mais favorável aos investimentos de renda variável do que os de renda fixa.

Entretanto, nem todo mundo tem o tempo e a disposição para acompanhar ativamente a movimentação do mercado.

É aí que entra o ativo chamado de BOVA11.

Por meio dele, é possível investir em renda variável com mais segurança, menos trabalho e mais praticidade.

Mas será que vale mesmo a pena investir nele?

No post de hoje, você conhecerá melhor este ativo.

 

O que é o BOVA11?

O iShares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11) é um ETF que procura ter performance igual ou superior ao principal índice da B3, o próprio Ibovespa.

ETF significa, em inglês, Exchange Traded Funds. Isso pode ser traduzido como Fundos Negociados em Bolsa.

Também conhecidos como fundos de índice, eles replicam um determinado indicador do mercado financeiro.

Quando o trader investe no BOVA11, ele está investindo em todos os papéis que o compõem.

O indicador reflete o desempenho das ações mais negociadas na bolsa, como Itaú, Vale, Ambev, Gerdau e Petrobras.

Trata-se de um produto financeiro de alta liquidez, devido à elevada procura.

 

Como funciona o BOVA11?

Regido pela BlackRock, uma das maiores gestoras de investimentos do mundo, o funcionamento do BOVA11 é semelhante aos fundos de investimento indexados.

Ele tem taxa de administração de 0,30% ao ano, o que é abaixo da taxa geral.

Em suma, você investe seu dinheiro no BOVA11 e uma equipe experiente e capacitada aplica esse dinheiro nas ações das empresas que o compõem.

Dessa forma, você fica livre de qualquer tipo de análise ou acompanhamento.

No fim do período, você recebe os lucros ou é informado dos prejuízos.

É possível fracionar o lote de cotas se você preferir.

Entretanto, o BOVA11, na verdade, não é o melhor ETF para investir seu dinheiro, e você vai entender o porquê mais abaixo.

 

Como é composta essa carteira?

O BOVA11 é composto principalmente por ações que fazem parte da carteira do Ibovespa, em proporções similares.

A composição, entretanto, não é idêntica, já que o intuito é buscar um resultado ainda melhor que o do índice.

Assim, 95% é investido em ações do Ibovespa e posições do índice no mercado futuro, enquanto 5% fica com ativos não relacionados ao índice.

Mesmo assim, colocar todos os seus investimentos somente no BOVA11 não é recomendado.

Existem outros ETFs que podem diversificar a sua carteira e gerar mais dinamismo aos seus investimentos.

O BOVA11 contempla apenas um país e moeda. Dessa forma, ele fica muito sujeito aos fatores que afetam esse cenário.

Se algo acontecer com os principais ativos do BOVA11, seu valor cairá muito. Por isso, é recomendado que você diversifique seus ETFs, a fim de sempre ter um resguardo.

 

Qual a rentabilidade desse ETF?

Desde o seu lançamento em 2008, a rentabilidade do BOVA11 ultrapassa os 180%.

Entretanto, com a rentabilidade vêm também os riscos. O índice Bovespa é concentrado em empresas de commodities e setor bancario, e um ciclo de baixa nesses setores afeta bastante o resultado do índice.

Entretanto, o rendimento do BOVA11 vai depender do desempenho das ações que o compõem.

É por isso que é tão importante diversificar sua carteira com ETFs diferentes.

Se as ações começarem a cair, o ETF também cai. Isso pode acontecer em momentos de crise nos países onde estão essas empresas, por exemplo.

O melhor ETF é, normalmente, o que segue 100% as ações que representa.

 

Quais as vantagens de investir em ETFs?

Vamos falar um pouco sobre as vantagens de investir nos ETFs em geral.

Uma das principais vantagens dos ETFs é a segurança, que é proporcionada pela diversificação.

Este é um dos temas mais comentados entre os investidores. Quanto mais diversificada for a sua carteira, menores as chances de sofrer grandes perdas de uma só vez.

Porém, não deixe todo o seu capital num único ETF. Como dito anteriormente, diversificar entre os ETFs também é muito importante.

Alguns deles têm a vantagem de diversificar o câmbio, como é o caso de ETFs dos Estados Unidos, que operam em dólar.

Outro ponto a considerar é a praticidade, já que comprar diretamente ações de 60 empresas seria muito mais caro, já que existem taxas para cada compra.

Além disso, o fundo reaplica os dividendos de forma automática. Caso contrário, você teria que fazer isso manualmente.

A maioria dos ETFs oferece algum diferencial. Basta buscar o que mais se adequa às suas expectativas.

Tenha sempre ETFs diferentes em sua carteira, pois se um cair, os outros seguram seus rendimentos.

 

Vale a pena investir no BOVA11?

Trabalhar com o BOVA11 é uma boa forma de investir na bolsa pagando pouco, aumentar o retorno da carteira de investimentos e operar de forma segura e cômoda.

Os ETFs são uma ótima opção para quem quer investir e não tem tempo para ficar acompanhando os papéis de forma individual.

Porém, a escolha de um ETF, incluindo o BOVA11, deve ser feita somente após uma análise de todos os custos envolvidos, como taxas e tributos.

É aconselhável escolher ETFs com melhor desempenho histórico, que entregam 100% do seu potencial de diversificação, e que sejam compostos majoritariamente de ativos diferentes de outros ETFs que você já tem.

Além disso, bons ETFs são compostos por ações de empresas em diferentes fases de crescimento.

Algumas, com crescimento mais lento, apresentam maior solidez. Enquanto outras, mais novas, possuem crescimento acelerado.

 

Como investir em ETFs?

Como você já sabe, as vantagens do BOVA11 são a diversificação, a praticidade, a segurança e a rentabilidade.

Entretanto, é importante que você saiba que não poderá escolher as empresas que fazem parte do ETF.

Novamente, precisamos expor, pela nossa experiência, que o BOVA11 não é o ETF mais recomendado.

Existem outros que podem dar um retorno melhor e oferecem menos riscos ou taxas.

No BOVA11, você também deverá pagar Imposto de Renda de 15% sobre o lucro.

O primeiro passo para investir em qualquer ETF é adquirir suas cotas.

 

Adquirindo cotas

Não é necessário ter muito dinheiro para investir nos ETFs. Qualquer pessoa pode fazer a compra de cotas.

Basta abrir uma conta em uma corretora e escolher o ETF que mais se adequa às suas necessidades.

O preço varia de acordo com o valor das cotas do fundo no momento da aquisição. Elas variam conforme as alterações nos preços dos ativos do ETF.

É preciso consultar a cotação do índice e multiplicar o seu valor pelo número mínimo de cotas do lote para saber quanto você precisa para começar a investir.

Por exemplo, se a cotação do BOVA11 estiver em R$90,00, você precisará multiplicar esse valor por 10, que é o lote mínimo deste ETF.

Assim, seu investimento inicial será de R$900,00, no mínimo.

Lembre-se de considerar o Imposto de Renda, emolumentos e taxa de corretagem para verificar se o investimento realmente compensará para você.

Além disso, lembre-se também de diversificar sua carteira e adquirir outros ETFs para melhorar suas chances de lucrar e diminuir o risco de perdas.

Posts Relacionados